Terceira edição do Festival Lambateria se firma como a grande vitrine do Pará no Círio

Evento segue misturando importantes artistas de diferentes gêneros musicais do Norte do Brasil





No dia 11 de outubro, sexta-feira, será realizada em Belém a terceira edição do Festival Lambateria no Círio Ano 3. O tradicional festival de música latino-amazônica segue misturando gêneros musicais e traz artistas como Gaby Amarantos em novo show com Waldo Squash e Maderito, Warilou, Vingadores do Brega, Arthur Espíndola e Félix Robatto que vai gravar seu DVD com participação de Lia Sophia e Mestre Solano. A venda dos ingressos promocionais já está disponível na internet e a venda de ingressos físicos nos pontos de venda e das áreas vips e camarotes começam na próxima terça, 20.


Já aguardado pelos paraenses e por quem vem curtir o Círio em Belém, o Festival segue misturando diferentes gerações da música paraense como o show que traz no mesmo palco Warilou e Rebeca Lindsay. Além de música, o Festival mistura dança e uma feirinha gastronômica para que o público possa mergulhar na cultura do Estado.


Este ano, em um único dia, 17 atrações se apresentarão no Insano Marina Club e dividirão em dois palcos montados no espaço. Os Djs Bruno Caveira (GO), Raul Bentes, Rebarbada e Zek Picoteiro se dividem na discotecagem. O show de abertura vem de Vila Silva, Marapanim, o grupo Sereia do Mar, que é formado em sua grande maioria por mulheres, abre a grande noite do Festival mostrando a força e representatividade da mulher na música paraense. Logo em seguida, a banda Na Cuíra e seu repertório repleto de Brega e Cumbia recebe o sax do Mestre Pantoja do Pará. O terceiro show da noite traz o samba paraense de Arthur Espíndola que contará com participação do grupo de Carimbó também formado por mulheres Tamboiara. O quarto show da noite é do barbudo Félix Robatto que irá gravar seu primeiro DVD, de nome “As Origens da Lambada” (Natura Musical/Semear), que contará com participações mais que especiais de Lia Sophia e Mestre Solano. A noite segue com os sucessos da banda Warilou que vai receber a voz marcante de Rebeca Lindsay. A pedidos do público, teremos novamente Gaby Amarantos, desta vez mais cedo, apresentando o novo show com DJ Waldo Squash e Marcos Maderito, feat resultou nos hits “Cachaça de Jambu” e “Ilha do Marajó”. Para encerrar a noite, já amanhecendo, quem sobe ao palco é a irreverência dos Vingadores do Brega, banda que fez seu primeiro show na Lambateria em 2018.


Gravação de DVD – O show de Félix Robatto no Festival deste ano tem um sabor especial: ele será gravado para o primeiro DVD do artista. Como o próprio nome diz, “As Origens da Lambada”, que tem patrocínio da Natura Musical via Lei Semear/Governo do Estado, é dedicado ao gênero criado no Pará na década de 70 e uma continuidade do trabalho de pesquisa que o músico começou em Belemgue Banger, seu segundo disco solo. Além do show do festival que contará com participações de Lia Sophia e Mestre Solano, o DVD trará um documentário com entrevistas de quem participou de fato do surgimento da Lambada no Pará e que será lançado ainda este ano.


A festa – Criada em junho deste 2016, a Lambateria completou 149 edições, quase ininterrupta (a festa parou apenas quando se mudou do Fiteiro para o La Musique e do Lamusique para o Ouriço, onde realizou sua última temporada). Ao longo desses três anos, mais de 1.000 artistas já se apresentaram para um público de mais de 20 mil pessoas. A festa de música paraense realizada toda quinta-feira, em Belém, se firmou como programação cultural da cidade e, em seu aniversário de dois anos, recebeu artistas como Gretchen e Gaby Amarantos e, no terceiro ano, festejou com Dona Onete. Pelo palco, já passaram grandes artistas que representam a música paraense como Lia Sophia, Dona Onete, Felipe Cordeiro, Pinduca, Gang do Eletro, Strobo, Lucas Estrela, Mestre Solano, Aíla, Orquestra Pau e Cordista de Carimbó, Nazaré Pereira, Arthur Espíndola, Lucinnha Bastos, Nelsinho Rodrigues, Kim Marques, Nanna Reis, Os Dinâmicos, a primeira banda do Mestre Vieira, Jeff Moraes, Na Cuíra pra Dançar, André Coruja, La Pupuña, Liège, Nanda Miranda, Mega Pop Show, Rebeca Lindsay, Nanna Reis, Alfredo Reis, Carla Maués, Bruno BO, Los Bregas, Bruno Benitez, além dos DJs DJs Raul Bentes, Will Love e Azul. Entre as atrações nacionais estão Orquestra Contemporânea de Olinda (PE) + Emília Monteiro (DF) + Flávio Renegado (BH) + Dj Nada (Brasília) + DJ Damon Meyer (RS) + DJ Pequí (GO) + Figueroas (AL).


Além de música, a festa apresenta clipes e trabalhos de artistas visuais paraenses nos telões da casa para que o público possa se aprofundar na cultura do Estado.

Idealizada pelo guitarrista e produtor musical Félix Robatto, a festa tem relação com seu trabalho de pesquisa sobre a música latino-amazônica. Depois de produzir os discos “Treme” de Gaby Amarantos indicado ao Grammy Latino e o último trabalho de Lia Sophia, Robatto lançou a festa quando se preparava para lançar o segundo disco solo: “Belemgue Banger”, que é resultado de sua pesquisa sobre as origens da Lambada. “Eu já realizava uma festa semanal de música paraense, mas queria fazer algo mais completo, que pudesse reviver os climas dos bailes dançantes do Estado. Foi assim que surgiu a Lambateria”, relembra o músico.


A Lambateria deu uma pausa em julho de 2019 e está em busca de uma nova casa.


Economia Criativa – A Lambateria é um modelo de negócio de economia criativa que se mostra economicamente viável. Foram 149 semanas realizando a festa sem patrocínio, pagando todas as quatro atrações da noite, além da equipe que trabalha na segurança e bilheteria, com a renda arrecadada na bilheteria da casa. Um exemplo do potencial da música dentro da economia criativa.


Festival em Números:

2017

Dias de evento: 01

Shows: 07

Atrações: 11

Empreendedores criativos envolvidos: 5 marcas

Empregos gerados: 150

Público: 4.000


2018

Dias de evento: 02

Shows: 14

Atrações: 20

Empreendedores criativos envolvidos: 10 marcas

Empregos gerados: 200

Público esperado: 6.000


2019

Dias de evento: 01

Shows: 06

Atrações: 18

Empreendedores criativos envolvidos: 10 marcas

Empregos gerados: 300

Público esperado: 6.000


Sobre as atrações do Festival

Arthur Espíndola - cantor, compositor e instrumentista, Arthur é um dos grandes nomes do Samba paraense que vem ganhando seu espaço e reconhecimento em todo o Brasil por trabalhos como o Amazônia Samba, série no formato de minidocumentário que conta a história do samba produzido por compositores da Amazônia. Mais em: https://www.facebook.com/arthurespindola.samba/.


DJ Waldo Squash e Marcos Maderito – são a dupla de frente da Gang do Eletro, formada em novembro de 2008, como um duo e que, hoje, ganhou o reforço de Will Love. DJ Waldo Squash é natural de Muaná e um dos grandes produtores musicais de música eletrônica paraense. Foi responsável pelas bases do disco “Treme”, de Gaby Amarantos. Já Maderito é cantor e compositor e um showman que representa a originalidade da música brasileira de gueto do Pará. Mais em: https://www.facebook.com/gangdoeletro/.


Félix Robatto – idealizador da Lambateria, é um pesquisador de música latino-amazônica que lançou em 2016 o segundo álbum solo “Belemgue Banger”, resultado de sua pesquisa sobre as origens da Lambada. Seu repertório dançante é repleto de Lambadas, Guitarradas, Cumbias, Merengues, Carimbós e Bregas, além de músicas autorais como “Eu quero Cerveja”, “Seu Godofredo” e “A Gente Chama de Lambada”. Mais em: www.felixrobatto.com


Gaby Amarantos – A artista, que hoje é uma das apresentadoras do programa “Saia Justa” no canal GNT, se apresenta pelo segundo ano consecutivo no Festival. Nesta edição, seu show traz um novo formato: traz Gaby, Marcos Maderito e DJ Waldo Squash, trio que lançou este ano os hits “Cachaça de Jambu” e a versão de ”Ilha do Marajó” de Mestre Verequete. Mais em: https://www.gabyamarantos.com/.


Lia Sophia – Com o álbum “Não Me Provoca”, o quinto da carreira, que tem direção musical de Pedro Luís, a artista foi indicada na categoria Melhor Cantora do 29° Prêmio da Música Brasileira, ano Luiz Melodia. Autora de sucessos como “Amor de Promoção” e “Ai Menina”, Lia fará uma participação especialíssima no show de Félix na gravação do DVD. Mais em: http://liasophia.com.br/


Mestre Solano – é um dos grandes guitarreiros do Pará. Natural de Abaetetuba, Solano tem 18 álbuns lançados, é um dos grandes representantes da Guitarrada. Entre seus hits está “Ela é Americana”. Mais em: http://mestresolano.com.br/.


Na Cuíra – O quarteto faz um som regional amazônico feito para brear no salão. Atualmente, o repertório do grupo é comandado por muita Cumbia e Brega. No Festival, contará com a participação do metaleiro Pantoja do Pará. Mais em: https://www.facebook.com/nacuirapradancar/.


Pantoja do Pará – Saxofonista natural de Igarapé Miri, Pantoja se destaca por seu trabalho solo como compositor de músicas populares e seu estilo pessoal de tocar saxofone. Na década de 80, foi considerado um dos maiores solistas do Brasil, o que lhe rendeu o título de “o cachimbo de ouro”. Já gravou com artistas como Pinduca, PIM e Carlos Santos. Em 2000, integrou o projeto "Metaleiras da Amazônia" juntamente com Pipira do Trombone e Manezinho do Sax. Mais em: http://tnb.art.br/rede/metaleiras.


Tamboiara – grupo composto por mulheres que tem como objetivo fortalecer o empoderamento da mulher a partir da percussão e da música. O Tamboiara possui músicas autorais com gêneros como Marabaixo, Batuque, Carimbó, entre outros. Mais em: https://www.facebook.com/tamboiara.daamazonia.1.


Rebeca Lindsay – é uma das musas do Melody paraense. Nasceu em Fortaleza (CE), mas foi no Pará que deu início a sua carreira de sucesso com a banda AR-15, com quem viajou o Brasil. Atualmente, segue em carreira solo. Está representando o Pará na nova temporada do “The Voice Brasil”. Mais em: https://rebecalindsayoficial.blogspot.com/.


Sereia do Mar - O grupo de Carimbó vem de Vila Silva, pequena comunidade rural de Marapanim. Formado quase que exclusivamente por mulheres, o grupo foi formado após elas cansarem de esperar pelos maridos para tocarem nos eventos e atividades organizadas por elas. Mais em: https://www.facebook.com/Sereias-do-mar-789769637749314/.


Vingadores do Brega - Misturando bom humor com um repertório recheado de grandes clássicos do Brega e da música latino-amazônica, o grupo “Vingadores do Brega” é a grande sensação da música paraense. Com forte atuação na Internet, a banda lançou recentemente o clipe “Miss Vitamina”, música de Veloso Dias, que já está na boca da galera. Mais em: https://www.facebook.com/vingadoresdobrega/.


Warilou – uma das bandas-baile paraenses mais antigas e com maior número de hits. “Warilou”, “Negrita Linda” e “Luz do Mundo” são apenas alguns dos sucessos do grupo que sob o comando de Joba, Nicinha e Suelene seguem conquistando gerações de fãs. Mais em: https://www.facebook.com/bandawarilou/.


DJs

DJ Bruno Caveira (GO) – começou a discotecar em 2006 ainda em festivais de música eletrônica e depois ampliou suas pesquisas musicais pra estilos populares nacionais como o Maracatu, Samba, Carimbó e a Guitarrada do Pará. Atualmente, produz a festa Felamacumbia em Goiânia. Mais em: https://www.facebook.com/felamacumbia/.


DJ Raul Bentes – traz no repertório clássicos e novidades da música paraense: latinidades, Bregas marcantes do início dos anos 1990 até meados de 2000, passando pelo Brega rasgado, Tecnobrega e Melodys que fazem todo mundo dançar, lembrar daquele grande amor e dos corações partidos. Mais em: facebook.com/raul.bentes.9.


DJ Rebarbada – Produtora da festa, entrou na discotecagem por acaso, para esquentar os eventos da produtora Lambada Produções. No set, além das músicas dançantes que fazem a alegria do público da Lambateria, a DJ resgata pérolas da música baile paraense. Mais em: lambateria.com.br.


DJ Zek Picoteiro – DJ residente e produtor da Lambateria, Zek é um apaixonado pela música paraense e está esquentando as pistas de Belém botando no play todas as vertentes e influências do Brega, passando pelo Tecno, Melody, Cumbia, Lambada, Merengue, Carimbó, entre outros. Mais em: https://www.facebook.com/zekpicoteiro/.


Programação Festival Lambateria Ano 3

Sexta-feira, 11 de outubro

18h - DJ Rebarbada

19h - Sereia do Mar

20h - DJ Raul Bentes

21h - Na Cuíra convida Pantoja Do Pará

22h - DJ Bruno Caveira (GO)

22h30 - Arthur Espíndola convida Tamboiara

23h - Félix Robatto convida Lia Sophia e Mestre Solano

01h - Warilou convida Rebeca Lindsay

02h - Gaby Amarantos + Waldo Squash + Maderito (Gang do Eletro)

03h - Vingadores Do Brega

04h - DJ Zek Picoteiro


Serviço: O Festival Lambateria no Círio Ano 3 com Vingadores do Brega, Gaby Amarantos, Waldo Squash, Marcos Maderito, Warilou, Rebeca Lindsay, Félix Robatto e seu Conjunto, Lia Sophia, Mestre Solano, Arthur Espíndola, grupo Tamboiara, Na Cuíra, Pantoja do Pará, grupo Sereia do Mar e Djs Bruno Caveira (GO), Raul Bentes, Rebarbada e Zek Picoteiro será no dia 11 de outubro de 2019 no Insano Marina Club (Rua São Boaventura, 268 - Cidade Velha). No dia, será gravado o DVD “As Origens da Lambada”, de Félix Robatto, sendo assim, ao comparecer ao evento, você concorda, autoriza e cede o uso gratuito de sua imagem, nome e voz. Ingressos para o dia 11/10 (sexta): Lote relâmpago: R$ 20 (esgotado), Lote promocional a R$ 30,00 (esgotado), 3º lote: R$ 40, 4º lote: R$ 50 e ingresso inteiro a R$ 60. Meia-entrada a R$ 30. Vendas antecipadas no Sympla (https://www.sympla.com.br/lambateria) com taxa do aplicativo. Vendas de camarotes, áreas lounge e vip e ingressos físicos em breve.


Informações: (91) 98883-5125 / www.lambateria.com.br.


Assessoria de Imprensa Lambateria - Bianca Teixeira: (91) 99146-6211 / Sonia Ferro: (91) 98026-1595 / Email: festivallambateria@gmail.com.

48 visualizações